127 MIL ELEITORES DE SALVADOR PERDERAM PRAZO DA BIOMETRIA E NÃO PODERÃO VOTAR


RECADASTRAMENTO BIOMÉTRICO EM SALVADOR COMEÇA EM 24 DE NOVEMBRO, SEGUNDO TREA maioria dos eleitores que estavam com o título de eleitor cancelado desde fevereiro, após o fim do recadastramento biométrico em Salvador, regularizaram sua situação junto à Justiça Eleitoral após a abertura de novo prazo, iniciado em março e finalizado na última quarta-feira (10). Dos 321.549 documentos cancelados, 194.486 foram reativados. Por causa do não comparecimento a um posto do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), 127.063 eleitores soteropolitanos estão impedidos de votar este ano. Com isso, a capital baiana possui 1.763.034 eleitores aptos a votar em outubro. A realização destes serviços só voltará a acontecer após o dia 5 de novembro, caso ocorra o segundo turno. Até lá, o eleitor ficará sujeito às punições determinadas pelo Código Eleitoral Brasileiro, que são: não poder votar, não poder se inscrever ou tomar posse em concurso público, receber salários de cargos ou funções públicas, tirar passaporte e renovar ou realizar matrículas em instituições de ensino públicas, entre outras.A única alternativa oferecida pelo TRE-BA é a emissão de um documento chamado Certidão Circunstanciada, em que consta que o cadastro eleitoral foi fechado e a situação daquele eleitor não pôde ser regularizada. Segundo a assessoria de comunicação do tribunal, no entanto, o documento não significa que a situação do eleitor com o órgão está em ordem. Também fica a critério da instituição que requerer o certificado de quitação eleitoral aceitar ou não a Certidão Circunstanciada. (Fonte: Política Livre) 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.