Jovem foi encontrada por moradores amarrada em uma árvore. Ela ficou seis dias desaparecida e namorado ainda não foi localizado.


A Polícia Civil tenta descobrir as circunstâncias da morte de Gabrielly Teixeira de Oliveira Santos, de 20 anos, cujo corpo foi encontrado preso a uma árvore em um condomínio de luxo em Bertioga, no litoral de São Paulo. Ela ficou desaparecida por seis dias, mas o namorado e familiares não acionaram as autoridades.
Após a descoberta de novas evidências, na noite desta terça-feira (9), a polícia aventou a possibilidade da cena do crime ter sido forjada para simular um suicídio. Gabrielly foi encontrada por turistas que caminhavam pela Alameda do Redo, na Riviera de São Lourenço, na noite de sábado (6). A princípio, o caso era tratado como um suicídio, uma vez que a jovem estava com uma corda amarrada ao pesçoco e parcialmente pendurada em um galho de árvore em meio a um matagal.