9
Alguns bebês podem nascer com alguns dentinhos, chamados de dentes natais, mas só o odontopediatra pode indicar o que fazer














Quando o bebê nasce com um ou mais dentes,o odontopediatra deve analisar suas condições estruturais para saber se eles podem ser mantidos ou não

O nascimento de um dentinho é um processo fisiológico que se inicia por volta dos seis meses de vida. Porém, alguns bebês podem já nascer com alguns dentes. Nestes casos, é preciso o acompanhamento de um odontopediatrapara que os hábitos e a saúde bucal da criança não sejam prejudicados por causa disso.

“Quando o bebê já nasce com alguns dentes eles são chamados de dentes natais. Quando a erupção se dá até o trigésimo dia de vida, são chamados de neonatais. A causa desse nascimento precoce ainda não está muito bem definida, mas pode estar relacionada com hereditariedade”, diz a odontopediatraFernanda Raven.

Extrair ou não extrair, eis a questão 
Quando a criança apresenta um dente natal, o especialista deve fazer uma avaliação para definir qual o melhor tratamento para esse caso. “Tudo dependerá do grau de mobilidade deste dente. Se ele apresentar muita mobilidade,será indicada a extração para evitar o risco de o bebêo aspirar ou engolir. Se apresentar pouca, o dentista poderá optar por manter o dente e lixar a borda para evitar trauma na língua”, diz Fernanda.

Esse lixamento das bordas também será fundamental para que o bebê não tenha problemas na hora da amamentação. “O dente natal pode ferir a aréola e mamilo da mãe, atrapalhando ou até impedindo a amamentação da criança”, afirma a especialista.

Porém, se esse dente for um dente extra (que não faz parte da dentição normal da criança), poderá ser extraído sem problema (um exame radiográfico mostrará esse quadro com clareza). Assim, quando a criança completar seis meses de idade, seus dentes de leite nascerão completos e normais.


:: Continue Lendo »