Cesta do PovoO secretário estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), Jaques Wagner, disse, em entrevista ao bahia.ba, que lançará ainda este ano um novo edital para tentar vender as lojas da Cesta do Povo, que pertencem à Empresa Baiana de Alimentos (Ebal). De acordo com o titular da SDE, diferentemente do anterior, o novo anúncio possibilitará aos eventuais compradores adquirir os estabelecimentos por região.
“O primeiro era muito restrito. Falava da aquisição de todas as lojas. Como são muito dispersas, era difícil ter um interessado. Vamos fazer um edital com liberdade maior para eventuais interessados não terem que comprarem tudo, mas comprarem por região”, afirmou Wagner, em entrevista ao bahia.ba.
Segundo o secretário, a pasta espera apenas a análise da Procuradoria Geral do Estado (PGE) para divulgar o edital. Para Wagner, não tem sentido o governo ter uma rede de supermercados. “A Cesta do Povo é uma anomalia administrativa […] Uma central de abastecimento, ainda cabe”, ressaltou.