JORNAL O GLOBO DIZ QUE BRASIL ESTÁ VOLTANDO AO MAPA DA FOME


Explica-nos, por favor senhor economista, para nós que somos leigos no assunto, como o governo cortou investimentos, os programas sociais, a educação, a justiça, a segurança e a saúde  para diminuir o déficit e vai conseguir, este ano, ter o dobro do déficit do último ano do Governo Dilma?
Segundo Paulo Kliass, doutor em Economia pela Universidade de Paris 10 e Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, em artigo na revista Carta Maior, o que se cometeu foi um “austericídio”, com as receitas caindo. Temer perdeu R$10 bilhões em receitas em relação ao período junho a maio 2015-2016 e R$69 bilhões em relação ao mesmo período iniciado em 2014. 
A divulgação do resultado da arrecadação maio elevou o total arrecadado ao longo dos 5 primeiros meses de 2017 para R$ 563 bi. Esse total representou uma queda real de R$ 10 bi em relação ao obtido em igual período de 2016, quando as receitas foram de R$ 573 bi. Ou ainda uma queda maior face ao resultado de 2015, quando a União arrecadou R$ 610 entre janeiro e maio.
Caso consideremos o último período antes do início da opção pela austeridade nua e crua, veremos que esse acumulado de receita arrecadada estava em R$ 632 em 2014. Ou seja, houve uma queda de 11% no volume de recursos que ingressaram nos cofres do governo federal.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.