EMPRESÁRIO CONSIDERADO " O MAIOR TRAFICANTE DE ARMAS DO BRASIL" VIVE TRANQUILO NOS EUA

a0b8d4a23f2c7f943018cc9cb7a80b62


A apreensão de um carregamento milionário de armas no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, descobriu uma conexão suspeita entre um empresário brasileiro residente nos Estados Unidos e uma complexa rede de contrabando que estaria operando impunemente há anos nos dois países.e3048abbdcd2f28b391658306b5299ec

O arsenal, com um valor de cerca de 1,2 milhão de dólares no mercado negro, era composto por 45 fuzis Kalashnikov – a arma mais usada em conflitos armados no mundo – 14 fuzis de combate norte-americanos AR-10 – o mesmo usado pelas tropas de elite da polícia brasileira – um fuzil de assalto alemão G3 e munições. Todas as armas eram novas, mas tinham a numeração raspada para impedir o rastreamento de seus compradores.

Há alguns anos, as autoridades investigam uma quadrilha de tráfico de armas que abastece o crime organizado no Rio de Janeiro, e as pistas levaram os policiais até um carregamento de caixas de aquecedores de piscina, procedente do Aeroporto Internacional de Miami.

A carga quase burlou os controles de segurança do terminal aéreo, mas a polícia civil a interceptou a tempo, no dia 1º de junho, quando solicitou uma inspeção extraordinária. Foi então que os 60 fuzis de guerra chamaram a atenção no controle de raios X.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.