carteira de trampo









Com a criação de 9.821 postos de trabalho em junho, isto é, aumento de 0,03%, o país alcançou pelo terceiro mês consecutivo o saldo positivo no que diz respeito à geração de empregos.

Quando comparado ao mesmo período do ano passado, o balanço era negativo, com a perda de 531.765 vagas, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O dado foi divulgado nesta segunda-feira (17) pelo Ministério do Trabalho. No acumulado do ano, houve criação de 67.358 postos, o que representa uma expansão de 0,18% em relação ao estoque somado em 2016.