Cantor foi executado na Justiça pela ex-esposa, a pagar retroativos atrasados. Em resposta, Fábio Jr. impugnou ação e agora pede revisão da pensão alimentícia.


Apesar de, aparentemente, estarem vivendo uma maré de calmaria, Fábio Jr. e Mari Alexandre não são o tipo de casal que deixou o passado no passado. Pelo menos não financeiramente. E o cantor se arrependeu do acordo de pensão que assinou em 2011, no “calor das emoções”, como informam seus advogados num processo de revisão de valores. Em nenhum momento Fábio Jr. se recusou a pagar a pensão ao filho de 8 anos que teve com a apresentadora. Por mês, ele desembolsa cerca de R$ 35 mil para sustentar o menino. Ele custeia a escola, cursos extras, plano de saúde, remédios, manutenção da casa em que Mari e o menino moram, em Alphaville, condomínio nobre de São Paulo, e ainda paga aproximadamente R$ 24 mil ao pequeno.