PASTOR ACUSADO PELA MORTE DE DUAS MULHERES DEIXA O CONJUNTO PENAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA



Com um mandado de soltura, Edimar da Silva Brito, acusado de ser o mandante da morte de duas mulheres, deixou o Conjunto Penal de Vitória da Conquista, na tarde desta terça-feira (20). O habeas corpus, expedido pelo Poder Judiciário do Estado da Bahia, foi de ordem do Juiz de Direito, doutor Reno Viana Soares. O duplo homicídio aconteceu no dia 20 de janeiro do ano passado e teve repercussão nacional. Juntamente com outros dois homens, um deles cumprindo pena, Edimar teria sido o mentor dos assassinatos da professora Universidade Estadual da Bahia (UNEB), a pastora Marcilene Oliveira Sampaio, e de Ana Cristina Santos Sampaio. Disputa por fieis teria sido o principal fator caracterizado como vingança. *Com informações do blog do Anderson

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.