PATROCINADORES


terça-feira, 22 de novembro de 2016

TRÊS GAYS SÃO ASSASSINADOS APÓS MARCAR ENCONTROS POR APLICATIVOS DE CELULAR EM UBERLÂNDIA


Os aplicativos de pegação/paqueras e encontros pelo celular são usados por praticamente todos os gays que eu conheço que buscam por encontros casuais e/ou relacionamento.
Mas, infelizmente, esses aplicativos estão sendo usados por criminosos para atrair jovens gays e matá-los. Isso é o que está sendo investigado na cidade de Uberlândia, no interior de Minas Gerais, ontem, apenas esse mês de novembro três gays foram encontrados mortos.

As vítimas foram o dentista Helton Ivo, de 36 anos, – que foi encontrado debaixo da ponte do Rio Tejuco, perto da MGC-455, onde fica a saída para zona rural de Uberlândia; Guilherme Pagotto (foto acima), de 23 anos, – no mesmo local de Helton– e do cabeleireiro Maximiliano de Oliveira, de 47 anos, que foi achado morto dentro do salão de beleza que era proprietário com um fio elétrico enrolado no pescoço. A polícia investiga a ligação dos casos pois a suspeita é que os três tenham marcado encontro com as vítimas através de aplicativos de celular para então matá-los. 

Em entrevista ao portal G1, o coordenador do Núcleo de Diversidade Sexual, Marcos Miranda, que também acompanha as investigações, acredita que a motivação de todos os crimes seja homofobia. “A comunidade gay está simplesmente apavorada. Acompanho as discussões e é nítida a preocupação”. Até hoje (22) ninguém foi preso com relação a nenhuma das três investigações. Do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário