mama

Seios inchados e doloridos no período pré-menstrual são sintomas comuns. ocorrem por ação hormonal. Porém, nem todo tipo de dor na região pode ser deixado de lado. Saiba quais manifestações ocorrem e se for o caso procure um médico.

Tipos de dores comuns nos seios

Mastalgia é o nome científico dado para identificar dor no seio. Ela pode ocorrer de duas formas. A mastalgia cíclica é considerada a dor normal, que surge periodicamente, geralmente antes da menstruação.

Neste caso, a sensação é resultado da ação hormonal sobre as glândulas mamárias, deixando-as inchadas e sensíveis. No entanto, essa sensibilidade passa após o período menstrual.

Já a mastalgia não-cíclica é a dor na mama que não está relacionada à menstruação. Apesar de rara, merece a nossa atenção porque ela pode acometer uma ou as duas mamas.

Fique em alerta!

mama1

Lesão muscular: acontece em consequência da musculação ou de outro exercício físico que exigiu esforço do seu peitoral, gerando uma pequena lesão muscular responsável por fazer o músculo crescer. Costuma passar em alguns dias, mas em caso de dor forte ou persistente deve-se procurar um médico.

Pílula anticoncepcional e reposição hormonal: nos dois procedimentos há a presença de hormônios sexuais que estimulam as glândulas mamárias, podendo gerar sensação de sensibilidade nas mamas. Neste caso, a dica é conversar com o médico sobre a substituição de medicamentos.

Puberdade: mudanças hormonais fazem com que os seios cresçam e fiquem mais sensíveis. Para algumas meninas o processo é identificado como dor. Com a chegada da primeira menstruação, está é a fase na qual a menina já pode passar pela sua primeira consulta médica no ginecologista.

Seios fibrocísticos: há mulheres que possuem o tecido mamário encaroçado, deixando a região dolorida antes da menstruação. Nesse caso, os caroços contêm água e não estão relacionado com câncer de mama, mas sempre é bom procurar um médico para avaliar.

mama2

Medicamentos: segundo informações da National Breast Cancer Foundation, nos Estados Unidos, remédios digitálicos, indicados para tratamento de insuficiência cardíaca, além de alguns hipertensivos como a espironolactona (Aldactone) e a metildopa (Aldomet), medicamentos diuréticos, anabolizante Anadrol e a clorpromazina (um antipsicótico), podem causar dores nos seios.

Mastite: esse tipo de inflamação das mamas é comum em mães que estão amamentando. Porém, pode ocorrer em qualquer mulher.

Ectasia ductal: ocorre quando os ductos mamários, responsáveis pelo transporte do leite, ficam dilatados de forma anormal, causando inflamação e dor.

Atenção

– Câncer de mama: ainda há dúvidas em relação ao câncer de mama e a dor. Na verdade, tumores de qualquer tipo não causam dor direta. No entanto, alguns tipos de câncer de mama podem gerar feridas e lesões dolorosas.