luzAs contas de luz voltaram a aumentar a partir desse mês de novembro. A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) estabeleceu novamente uma bandeira tarifária – desta vez da cor amarela – que consiste na cobrança de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumido.  Este tipo de decisão é tomada à medida que as condições hidrológicas fiquem desfavoráveis, ou seja, os níveis de água nos reservatórios diminuam e termoelétricas tenham que ser acionadas para garantir o suprimento de energia no país. O engenheiro eletricista Leandro Araújo, da Wesen Engenharia, comentou sobre o horário onde é praticado um valor mais acessível na conta de energia, denominado de “horário fora de ponta”. Ao contrário do “horário de ponta”, que consiste em uma tarifa sazonal da Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia), que aumenta o valor da energia.

Veja a lista com 10 dicas para economizar o consumo

:: LEIA MAIS »