PATROCINADORES


sábado, 19 de novembro de 2016

JUIZ DE CAETITÉ-BA IMPEDE CIRCULAÇÃO DE ÔNIBUS DA NOVO HORIZONTE QUE FAZ LINHA GUANAMBI-SALVADOR POR FALTA DE CONDIÇÕES DE TRÁFEGO


Na noite desta sexta-feira(18/11), um ônibus da Empresa Novo Horizonte, que faz a linha Guanambi a Salvador na classe Leito, foi impedido de seguir viagem pelo Juiz de Caetité, M.M. Eduardo das Neves Brito.

O Juiz era passageiro e seguiria viagem para a capital Salvador. Quando embarcou  no ônibus, percebeu que o mesmo não apresentava uma  condição favorável de seguir viagem. O sistema de injeção eletrônica do carro apresentava defeito, cortando constantemente o combustível e deixando o veículo fraco(sem força motora), o que poderia acarretar  um acidente ou problemas no trecho das rodovias onde passaria.

Diante da situação, e temendo a integridade dos passageiros e de sua própria pessoa, o juiz deu voz de impedimento, acionando a Polícia Militar, para garantir a solução do problema e a substituição do ônibus.

A empresa foi aciona, e após várias ligações, agentes  garantiram ao juiz a  substituição do veículo por outro com condições satisfatórias de viagem. A troca seria feita na cidade de Brumado.

Com a medida de hoje,  espera-se que a Novo Horizonte, faça mais  investimentos  nas linhas que são oferecidas na região. Ressaltando que o episódio de hoje aconteceu em uma linha de carro Leito, ou seja, a mais completa, segura  e confortável da viação.

Relatos dos descasos da empresa Novo Horizonte, são corriqueiros, sendo postados pelos usuários nas redes sociais e no aplicativo Whatsapp. Na ultima exposição, passageiros denunciaram a infestação de baratas em um dos ônibus da empresa que detém um monopólio em diversas linhas  do estado da Bahia.

O site garantindo o direito de resposta, se coloca a disposição da empresa para comentar o fato. (Fonte: Caetité Noticias)

Um comentário:

  1. Como Brotas de Macaúbas e Ipupiara queriam que o Doutor morasse por lá. Com certeza ele resolveria de imediato os abusos e absurdos que a Novo Horizonte pratica. Passageiros são tratados como animais, e digo mais, nem animais merecem o tratamento que a população recebe.

    ResponderExcluir