Repórter da Rede Globo ainda foi seguido por agitadores quando tentava deixar o local. Um cone de trânsito foi arremessado em sua cabeça. Emissora publicou nota de repúdio. O jornalista da TV Globo Caco Barcellos, que cobria o protesto de servidores estaduais, na tarde desta quarta-feira, foi agredido por manifestantes contrários a sua presença no local. Assista:

Caco foi impedido de cobrir o ato próximo à Assembleia Legislativa do Estado (Alerj). Ao sair do local, alguns servidores o seguiram, aos gritos de “Fora Rede Globo”. O jornalista foi atingindo por um cone de trânsito, na altura da Avenida Erasmo Braga.zbfj1pgUm outro jornalista, do Jornal O Globo, mais cedo também foi agredido por um dos manifestantes. Vestido com uma camisa azul, um homem tentou agredir o repórter, que mexia no celular e conseguiu se esquivar do soco. Ao correr, um outro manifestante deu um chute em sua perna. O repórter perdeu seus óculos. A TV Globo se manifestou sobre o caso:

“Caco cobria o protesto para reportagem do ‘Profissão Repórter’, quando foi agredido e impedido de registrar o momento. Felizmente, ele está bem. A Globo repudia qualquer tipo de hostilidade que impeça a transmissão da notícia ao espectador, único fim do trabalho jornalístico da Globo, que preza pela isenção e correção.”

:: LEIA MAIS »