PATROCINADORES

domingo, 10 de junho de 2012

TRAFICO DE DROGAS: ILUSÕES E REALIDADES

Trafico de Drogas:Ilusões e realidades


Hoje resolvi escrever sobre um assunto que eu percebo como muito delicado e de estrema importância. Complicado de abordar, difícil de discutir porque exemplo do feio, do errado, do ruim, NINGUÉM quer ser. 
As poucas vezes que eu vejo são pessoas que se entregaram a Jesus ou que foram acolhidos por algum projeto social que ficam como exemplo e marketing dessas organizações. 
Devido ao grande numero de perguntas, que acredito, que adolescentes me fazem no no site http://mepergunte.com/biibiperigosa/  resolvi aqui tentar falar um pouco sobre isso. Muitas vezes fazemos "besteiras" e realmente não passamos isso à outras pessoas por medo de uma punição, talvez, o que acaba por atrapalhar. Porque as pessoas precisam SIM saber que tipo de consequências uma ação errada pode geral na vida de uma pessoa. 
Eu tenho mil historias pra contar, muitas eu sei que não posso contar, outras acredito que sim e é por isso que eu queria de alguma forma estar contribuindo para o bem de alguém. Isso eu sei que acontecerá porque venho recebendo muitas perguntas que ao mesmo tempo mostram uma ingenuidade, demonstram uma degradação da juventude.
Mas aí eu penso:" Mas quem sou eu pra julgar? Eu também cometi erros, eu também me empolguei muitas vezes e cometi atos imperdoáveis, perigosos e irresponsáveis. Não quero nem posso julgar ninguém. Quero apenas contribuir de alguma forma para o bem. 
A adolescência é uma época muito complicada da nossa vida. Tudo parece se voltar para nosso divertimento, nada parece tão perigoso. Eu já fui adolescente e já agi assim também, inconsequente nos meus atos, talves por isso consigo as vezes compreender meus filhos. Porque sei que todos passam por essa fase. Uns passam ilesos outros não. Eu passei por PURA sorte. 
Como não ser seduzido ou seduzido por um munto totalmente "liberal" onde todos são jovens, bonitos, cheirosos, bem vestidos, alegres, com situação financeira boa, enfim sedutores. Muitas meninas hoje acham que almejar um namoro, romance, ou ate mesmo uma ficada com um traficante vai fazer dela uma diva da favela, uma "patroa", cujas pessoas vão comentar quando ela passar, todos os orkuts de fofocas da favela vão falar dela e postaram fotos, e assim o status de "bam bam bam da favela" será alcançado.
Infelizmente no meio do trafico, a ostentação é sempre carro chefe. Seja de riqueza ou de violência. Muitas olham aquele glamour dos camarotes dos bailes com bebida liberada com brilho nos olhos. Ficar com bebidas caras nas mão,  no baile, significa "arrasar" na noite. E pior conseguir chamar atenção dos homens do trafico é o grande premio para moças que realmente vivem na ilusão de se envolver com homens que ali naquele espaço são poderosos. Fazem ostentação de dinheiro que na maioria das vezes são falsas, motos possantes roubadas, carrões roubados enchem os olhos daqueles que muitas vezes não tem nem comida direito em casa. Vivem mal, sem conforto, sem nenhum tipo de luxo.


Com tudo que vi e vivi, percebi que moças cada vez mais jovens perderam aquela referencia de ter uma namoradinho, se apaixonar. Hoje as meninas e algumas mulheres, não estão mais preocupadas com isso. Entram numa verdadeira disputa pelo mesmo homem, mesmo sabendo que ele na verdade não é fiel a nenhuma delas. Apenas usa e abusa, compra como mercadoria e em troca de ter aquela pessoa ali a disposição dele, ele dá roupas, bebidas, joias, dinheiro, objetos que dão uma sensação de riqueza, na verdade uma falsa riqueza, porque qualquer trabalhador organizado por mais dificuldade que passe, consegue    
comprar tais coisas também. 
A grande diferença são as prioridades na vida de um bandido e de um trabalhador. Mas quando envolvidas nesse meio as pessoas parecem ficar cegas, não conseguem ver nada alem desse submundinho criado em torno do trafico. As que ja conseguiram conquisatr um certo espaço esbanjam joias, luxos, e isso aguça ainda mais a vontade de meninas que desenvolvem verdadeira admiração pelas belas mulheres dos traficantes mais poderosos. POUCOS são os que realmente tem dinheiro. A grande maioria vive en torno de uma duzia que realmente tem lucros e ali acabam se beneficiando de luxos e repassando pras suas namoradas.

As festas são constantes, a alegria é imensa. Dificilmente adolescentes confusas não se encantariam com tanta coisa boa. Dinheiro, poder, ouro, status... Tudo pra virar celebridade na favela. Ate mesmo meninas que não são da favela acabam se encantando por tanto glamour e entram nos morros e favelas atras dessa aventura. 
Mas as festas sempre acabam, a ressaca sempre vem, a policia sempre chega... Aí sim começa o pesadelo que sempre esteve ali disfarçado de alegria e glamour. O cenário muda radicalmente. O que era alegria, viram lagrimas. 
Agora, envolvidas sentimentalmente, ou muitas vezes envolvidas na base do medo, essas adolescentes começam a sentir o outro lado da historia e muitas vezes acabam que por carregar pro resto de suas vidas as consequências. Comigo foi assim, com outras também será. Definitivamente NINGUÉM sai ileso do mundo do trafico de drogas. Eu sempre tento falar a probabilidade de um resultado ruim, sequelas que ficam. 
Agora aquele mundo encantador passa a ser macabro, sinistro, angustiante, deprimente. Daqui pra frente vou tentar contar como o trafico de drogas esteve presente na minha vida e quais as consequências e sequelas que permaneceram e ainda estão por vir.

"Texto escrito por Babi Perigosa"

Nenhum comentário:

Postar um comentário