PATROCINADORES

quinta-feira, 24 de julho de 2014

AVIÃO QUE SEQUIA PARA A ARGÉLIA SOME COM 116 ABORSO,AFIRMA COMPANHIA


A Air Algérie anunciou nesta quinta-feira (24) ter perdido contato com um de seus aviões 50 minutos depois de ter decolado de Uagadugu, capital de Burkina Faso. Avião com 116 pessoas perde contato "Os serviços de navegação aérea perderam o contato com um avião da Air Algérie que voava nesta quinta-feira de Uagadugu a Argel, 50 minutos após a decolagem", anunciou a companhia pública argelina, citada pela agência APS, segundo a France Presse. “A Air Algérie informa que os serviços de navegação aérea tiveram o último contato com o voo AH 5017, que cobre o trajeto entre Uagadugu e Argel, neste dia 24 de julho a 1h55 GMT, 50 minutos após a decolagem”, afirmou a companhia, que acrescentou ter colocado em prática um “plano de emergência”. Segundo a empresa privada de aviação espanhola Swiftair, que aluga algumas de suas aeronaves para a Air Algerie, o avião levava 110 passageiros e seis tripulantes, informou a Reuters. A empresa publicou em seu site que a aeronave decolou de Burkina Faso a 1h17 locais (22h17 de quarta-feira em Brasília) e deveria pousar na Argélia às 5h10 locais (1h10 de Brasília), mas nunca chegou ao seu destino. Até o momento não houve nenhum contato com o avião, que segundo a empresa é um McDonnell Douglas MD-83. Segundo o site da Air Algérie, a companhia realiza quatro voos por semana no trecho no qual o avião desapareceu. Globo

PRIMO DE GOLEIRO BRUNO REVELA ONDE ESTÁ CORPO DE ELIZA SAMÚDIO



goleiro Bruno

O primo do goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, Jorge Rosa Sales, revelou nesta quinta-feira (24) que o corpo da ex-modelo Eliza Samúdio está enterrado num terreno próximo ao Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Em entrevista à Rádio Tupi, Jorge afirmou que Eliza foi torturada e morta por asfixia na casa de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola. Ela foi enrolada num lençol e colocada dentro de um saco lacrado antes de ser levada até o local. Jorge, que era menor na época do crime, contou que Macarrão estava junto e conhecia bem a região para onde o corpo de Eliza foi levado.
Eliza Samúdio

"Ela não foi esquartejada. Só cortaram a mão dela. O corpo ficou inteiro", afirmou Jorge, acrescentando que o corpo foi transportado até ao cemitério clandestino no porta-malas de um EcoSport.


O relato foi feito ao repórter Marcos Marinho. Segundo o jornalista, Jorge revelou como se chega ao terreno.

"O local fica próximo ao aeroporto. Antes de chegar ao local, passa um retorno, depois de três ruas, entra numa estrada de chão. É um lugar distante. Ela foi enterrada perto de um pé de coqueiro grande e único dentro do terreno. Mesmo se não tiver mais esse pé de coqueiro no local, eu sei onde ela (corpo de Eliza) está. O buraco onde ela foi enterrada foi feito por uma retroescavadeira para dificultar a localização do corpo", afirmou Jorge.
Primo do goleiro Bruno contou detalhes do assassinado

Jorge disse que ficou segurando o bebê enquanto Eliza era assassinada. Ele disse que não tinha como correr para pedir ajuda. " Eu estava em Belo Horizonte e não sabia que aquilo ia acontecer. Eu não conhecia aquele lugar. Como eu ia sair para pedir ajuda? Como eu ia sair do local correndo? Não pude fazer nada porque o Bola é um psicopata, mata fácil. Fiquei com medo de sair para pedir ajuda", afirmou.

Questionado porque só revelou a história depois de quatro anos, ele respondeu. " Eu não sabia a pessoa certa para eu confiar para contar isso. Eu pensei muito. Me coloquei no lugar dela. De fazerem alguma coisa comigo. Isso não vai aliviar a pena do Bruno. Quero fazer a minha parte, mostrar onde ela está."

Ele disse que não ganhou dinheiro para participar do sequestro de Eliza Samúdio.

De acordo com Jorge, o outro primo de Bruno, Sérgio Rosa Sales, que participou da reconstituição do crime e foi assassinado em 2012, teria sido morto por causa da morte da ex-modelo. Ele culpa o Macarrão pela morte de Sérgio. "Ele falou demais", disse Jorge.

Desde o início do caso, Jorge mudou as versões, mentiu por orientações do advogado Elieser. " Eu falando a verdade, eles não iam me soltar. Eu inventava uma história atrás da outra. Foi muita pressão em cima de mim."Ibahia

IBITIARA:FOTOS E HISTORIA DO NOSSO MUNICÍPIO 'VALE APENA VER DE NOVO'

O BLOG LIBERDADE BOM SUCESSO TRAZ PARA RECORDAR UM POUCO DA HISTÓRIA DE IBITIARA
FOTOS DO INCIO DESTE ANOS 2014
 
HISTORIA DO MUNICÍPIO

O texto aqui apresentado não muda, é o mesmo de outras de nossas matérias , como também não muda a historia, apenas acrescenta novos acontecimentos. A historia da própria chapada Diamantina já nos conta parte da historia de seus municípios, pois todos os municípios localizados nesta bonita e aconchegante região nasceram através do surgimento e do crescimento da própria Chapada.

A história do município de Ibitiara teve início após o século XVII, quando em demanda da cidade de Salvador, capital da província da Bahia, viajantes fundou no lugar que lhes servia de descanso da exaustiva caminhada o povoado de Crioulos.

Logo depois da fundação de Crioulos (hoje Rio de Contas), foram descobertos veios e cascalhos auríferos nos rios e serras circunvizinhas, resultando na entrada dos bandeirantes pelos sertões do Rio de Contas, quando andavam o percurso do rio a procura de pedras preciosas, fundando num lugar não muito longe da nascente do rio, um povoado chamado Bom Jesus dos Limões e posteriormente chamado Bom Jesus do Rio de Contas (hoje Piatã).


Por causa da quantidade de minérios existentes por todas estas terras, homens procedentes de diversos lugares, em busca de riquezas se misturavam a tropeiros que vinham de todos os cantos, saindo em busca de núcleos diamantíferos espalhando se por toda a região, começando a aparecer fazendas por todos os lados, foi então quando alguns se estabeleceram na localidade, começando ali uma pequena povoação inicialmente denominada por Remédios do Rio de Contas.

Pertencente a Remédios havia o arraial de Bom Sucesso cujas terras era um sitio adquirido em 1854 por Francisco Xavier Gomes e por João Rodrigues em mãos do Conde da Ponte tendo ele como procurador o Sr. Rodrigues Pereira de Castro.

O município de Remédios do Rio de Contas foi criado com as terras anteriormente pertencente à Bom Jesus do Rio de Contas, através de Decreto Estadual de 20/02/1891. Em 1909 a sede criada distrito, também teve seu topônimo alterado para Remédios. Em 08 de setembro de 1917 foi inaugurada a igreja com a chegada da imagem da padroeira Nossa Senhora do Bom Sucesso. A missa foi ministrada pelo padre Aldo Coppola. Em 1925 novamente foi alterada a denominação de Remédios para Bom Sucesso. Depois em 1931 preservando a denominação o município foi extinto e anexado ao município de Macaúbas, sendo novamente restaurado com o mesmo nome pelo Decreto n.º8630 de 02/03/1934. A sede criada distrito foi elevada à condição de cidade ainda com o nome de Bom Sucesso através do Decreto de 30/03/1938. Seu nome foi mudado para Ibitiara pelo decreto nº 141 de 31/12 de 1943.

Na língua indígena “Ibi” diz terra e “tiara” diz ouro. Ibitia­ra que dizer “terra do ouro”. De acordo com o decreto 8.630, Ibitiara comemoro hoje 02 de março 80 anos de emancipação político-administrativo.
 Texto(Jornal Comarca) Fotos blog Liberdade Bom Sucesso